domingo, 28 de abril de 2013

Das fábricas e dos azulejos /About the factories and the tiles




Do azulejo tradicional português, conhecia duas fábricas em Lisboa de nome: A fábrica de Santanna e a fábrica da viúva de Lamego. Na sexta-feira e em muito boa companhia tive a oportunidade de correr um bocadinho mais esta cidade no rasto do azulejo e destas duas fábricas, uma na Calçada da Boa Hora e outra que, embora se tenha deslocado para os lados de Sintra, manteve o showroom nas instalações originais no Intendente.

Da fábrica de Santanna, ficou uma enorme surpresa, que ao virar da esquina exista ainda uma fábrica de fabrico artesanal, com verdadeiros artistas. Na altura não tive oportunidade para visitar as instalações por dentro (algo que obviamente planeio fazer em breve, e que é possível depois de marcação) mas tudo ali me maravilhou e me deixou cheia de curiosidade. Dos painéis e das fachadas inacabadas que se conseguia ver, a coisa promete e não é pouco.

Da Viúva de Lamego, voltou a ficar a vontade de visitar as instalações da fábrica (que, novamente, é possível após marcação) e acima de tudo o fascínio pela fachada do showroom da antiga fábrica, que nunca tinha visto. Pode-se dizer que depois de sair das ruas fininhas que vão do Martim Moniz ao Intendente, chegar ao largo e ver aquela fachada, com o sol a bater-lhe de frente em plena tarde de Primavera, é qualquer coisa do outro mundo. Da viúva de Lamego ficou ainda a vontade de comprar os azulejos azuis e brancos tradicionais e lambrilha, um tipo de azulejo de dimensões mais reduzidas e com mais cores, e que sempre me fascinou em casa da avó do M. Na verdade, nunca pensei que se podia comprar lambrilha assim com tanta facilidade, algo que me agradou bastante.

Enfim. A tarde foi mais que inspiradora, não só para deixar satisfeito o meu fascínio pelo azulejo mas também para me dar ideias de padrões e formas. Se tiverem oportunidade, não deixem de dar uma vista de olhos. Mais sobre a fábrica de Santanna aqui e aqui, e mais sobre a Viúva de Lamego aqui e aqui.

Portuguese tiles have always been a fascination and I knew by name two tile factories here in Lisbon: The “Santanna” factory and the “Viúva de Lamego” factory. Last Friday I had the chance of going throw this amazing city with some great company and found a little bit more about these factories, one in Calçada da Boa Hora and the other one in Largo do Intendente (actually it was the showroom in the old factory, since the new factory is now near Sintra).

I loved to see that the Satanna factory works just around the corner in a regular street here in Lisbon, with real craftsmen and artists. At the time I did not had the chance to visit the inside of the factory but I know that this is possible if you mark it in advanced (which I am going to do next time!). Everything there left me very curious and marveled; from the panels and facades (is this the right word?) everything there seemed a dream.

In the “Viúva de Lamego” old factory/showroom I once again fell the need to visit the factory ( which, again, you can do) but the most amazing thing I saw was the outside of the building, all built with tiles. You must understand that to get there, I passed throw some very tight and dark streets, to find myself in the most amazing plaza, with the sun shining behind the tiles in the front of the building. It was amazing. There I could find my favorite Portuguese blue& white tiles and most of all a special type of tiles, called “lambrilha” (they are smaller and more colorful) that M.’s grandmother had in her house and my favorite type of tiles. Actually, I never though one could by this type of tiles so easily nowadays and that made real happy.

At the end, this was a truly inspiring afternoon, not only because I had my fill with amazing tiles but also because I got some new ideas/inspiration for patterns and shapes. If you have the chance, please visit this two amazing places! More information about the Santanna factory here and here and about the Viúva de Lamego factory here and here.



Alcagoita

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Yarn bombing @ Martim Moniz, Lisboa


Foi com imensa alegria que hoje, ao passar ao final da tarde no Martim Moniz me deparei com isto:

It was late in the afternoon when I found this with great joy in Martim Moniz, at Lisbon’s downtown:




É verdade. O yarn bombing chegou com força à capital pelas mãos da easy art by, que decorou quatro colunas no Martim Moniz duma forma magnífica. Se tiverem oportunidade, não deixem de passar e ver. Segundo me disseram, amanhã sábado haveram mais actividades no Martim Moniz relacionadas, desde jardinagem a concertos e djs. Parece um bom plano,  não é?

It is true. Yarn bombing came with a big impact to the capital, by the hands of “easy artby” that decorated four columns in the Martim Moniz plaza in a magnificent way. If you have the chance, please stop by and see this. I was told that tomorrow (Saturday) there will be more activities at this plaza related with this event like gardening, free concerts and djs. Seems like a good plan, doesn’t it?

Alcagoita

terça-feira, 23 de abril de 2013

Handmade T-Shirt




Ando bastante selectiva nas minhas compras, e se há coisa que me irrita é pagar balúrdios por uma T-shirt feita na outra parte do mundo, que só é cara porque tem uma etiqueta especial que a permite ser cara. Assim, quando um dia entrei numa loja cheia de t-shirts bordadas que apesar de muito giras tinham um preço excessivo e uma qualidade que deixava muito a desejar, achei que podia muito bem eu mesma comprar uma t-shirt branca e bordá-la eu mesma. Gostei imenso do resultado, e já fiquei com ideias para fazer mais!

A t-shirt  branca foi comprada na Primark, conhecem o programa de valores da Primark? Vale a pena ver os vídeos, saber mais sobre os projectos e perceber que mesmo quando estamos a comprar uma simples peça de roupa podemos estar a fazer a diferença.

I have been very selective regarding my shopping, and if there is something that makes me really angry is when I buy a t-shirt made on the other side of the world, which is only expensive because it has a special tag on it that allows it to be expensive. The other day I went to a shop and found some pretty t-shirts, embroidered. The thing is the t-shirts were excessively overpriced concerning their quality so I thought I could do an embroidered t-shirt for myself, just buying a white t-shirt and embroidering it myself. I really enjoyed the final result and I already have some new ideas!

The white t-shirt was bought at Primark, do you now about ethical Primark? It is worth to watch the videos, know more about the projects and understand that even when we are buying simple pieces of clothes, we can make a difference.

Alcagoita

domingo, 21 de abril de 2013

Dos 23 para os 24/ From 23 to 24



Eu sei que não tenho escrito aqui muito, mas neste caso nem posso começar aqui a queixar-me do quão ocupada tenho andado; a verdade é que, como li uma vez num blog, devemos escrever o que vivemos, e não escrever para vivermos. E basicamente é isso que tenho andado a fazer. A viver.

Hoje, fiz 24 anos e se estava completamente desmotivada para crescer mais um bocado (como aliás, tenho estado nos últimos anos) tudo se mudou.

I know I haven’t been writing here much, but in this case, I can’t actually complain that I was busy or anything; the truth is, like I’ve read in a blog once, one should not write to live, but live to write. And that is basically what I have been doing; living.

Today it was my 24th birthday and although I was completely unmotivated to grow up a little bit (like I have been for the past few years) all of that changed.




Uma das coisas maravilhosas que me aconteceram, foi ter ido ao monte selvagem onde isto aconteceu:

One of the amazing things that have happened to me was going to monte selvagem (an animalsanctuary) were this happened:



Agora o que eu aqui nunca contei, é que as cabras são um dos meus animais favoritos e que sempre foi um sonho que tive pegar num cabrito pequenino ao colo. Bom, parece que os sonhos realmente acontecem.

A parte boa, a parte mesmo boa, foi que este ano pouca gente me deu prendas; toda a gente me deu memórias, e era exactamente isso que queria no meu aniversário; dias especiais, com a família e com os amigos, dias felizes e cheios de coisas boas.
Ainda, no meio disto tudo, o M. parece que conseguiu entrar inteiramente na minha cabeça e hoje de manhã tinha isto à minha espera:

Now what I have never told you here is that goats are one of my favorite animals of all time and it has been a dream for a long time now to hold a baby goat. Well my friends, it seems dreams can come true after all.

The good part, the really good part, was that this year I didn’t get that much gifts; What I had from everybody was memories, good memories, and that is exactly what I wanted for my birthday; special days, with my friends and family, happy days filled with good things.
And in the middle of all this, M. seemed to get completely inside my head so today morning I had this waiting for me:



A única coisa mais material que queria, a coisa que não disse a ninguém que queria. E ele sabia. Entretanto já andei a desfolhar o livro, e cada vez me parece melhor; Estou com vontade de experimentar os pontos, e isso é dizer muito para uma pessoa que ainda está de pé atrás com o tricot.

Por isso, o que a mim me aconteceu nos últimos tempos, o que verdadeiramente me aconteceu, foi ter-me apercebido que sim, ter 23 anos foi maravilhoso e que vivi momentos verdadeiramente inesquecíveis no ano passado, mas que esta nova idade virá cheia de desafios e de novas aventuras. E que, apesar deste síndrome de Peter Pan nunca me passar, posso sempre contar com a minha mãe para me por gomas por cima do bolo de chocolate tal e qual como quando era pequena.

Sim. A vida é boa.

The only material thing I wanted, the one I had not told anybody I wanted. And he knew it. Meanwhile I already read some pages and it gets better every time; I even want to try some new things I saw in here, which is saying a lot for someone whom is still not so sure about knitting.

So, what happened to me in the past days, what really happened, was that I realized that although I had the most amazing and unforgettable times while I was 23, this new age will come filled with new adventures and challenges. And although my Peter Pan sindrom will never pass, I can always count on my adorable mother to put gummy bears on my cake, this like when I was a child.

Yes. Life is good.




Alcagoita

P.s. – a minha máquina anda com problemas emocionais, por isso por enquanto as fotos vão chegar com menos qualidade, porque ando a tirá-las com o telemóvel! Desculpem! Espero que seja rápido!

P.s. – My camera is having some emotional problems, so for a short period of time the photos will have less quality, since I am using my phone camera! I am sorry! I hope this will not take long!

sábado, 13 de abril de 2013

O novo livro de bordados/ the new embroidery book





Acabei o anterior, comecei este. Desta vez, cosi o tecido à máquina, acho que acabou por ficar muito melhor e já me diverti a fazer os novos desenhos para bordar!

As soon as I ended the last one, I started this one. This time, I sewed the fabric using the sewing machine, I think it turned out better this way and I have already started to play with some new illustrations to start my new embroideries!

Alcagoita

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Memórias vivas / living memories





Todas as estações costumo guardar pequenas coisas características que me trazem memórias de cada estação: no Verão, são as pedrinhas e a areia da praia, na Primavera são as flores silvestres dentro dos livros e da agenda, e no Outono, bem no Outono não podia deixar de ser as bolotas e as castanhas que costumo ir apanhar ao jardim do cerco, em Mafra.

As bolotas costumam ficar dentro dum copo de vidro, na janela do meu quarto e qual foi o meu espanto quando no outro dia encontrei as minhas bolotas com folhas e raízes! Nem queria acreditar! Nunca me tinha acontecido, mas pensando bem não é nada de espantar; O meu quarto é muito húmido (ao ponto de me escorrer água na parede) e o copo está mesmo no parapeito da janela, por isso apanha solinho apesar de não ser directamente. Agora vou ver se coloco as bolotas num vaso, e com sorte terei uma árvore nascida no meu quarto! Isto sim, são memórias vivas!

Every season I try to bring home something that is related to the season, as a memory: in summer, I bring sand and little rocks from the beach, in the Spring I keep wild flowers in my books and notebook, and in autumn, well in Autumn I usually have nuts and acorns and just put them in a glass cup, in my bedroom window.

Imagine my surprise when the other day I picked up the cup and saw that the acorns were growing leafs and roots! I couldn’t believe it! This has never happened to me but in a way, I think it is not that hard to happen! I mean my room is really humid (in Winter water actually comes down the walls!) and the cup is very near the windows, so it catches some sun but not direct sun. Now I will try to find a pot and see if I can have a tiny tree that was amazingly born in my room! This, my friends, is living memories!

Alcagoita

terça-feira, 9 de abril de 2013

O livro de bordados - os últimos bordados/ The embroidery book – the last embroideries.










O livro era pequenino, e estes foram os últimos bordados que fiz. No final, adorei o resultado. É uma maneira de fazer os bordados que sempre quis fazer e de os manter, tal e qual como um sketchbook. No fundo está a funcionar como uma espécie de arquivo, que me permite ver o que vai bem com o quê e da próxima vez que me apetecer bordar uma mala, uma almofada ou um quadro, já tenho algumas ideias por onde começar!

The book was little, and these were the last embroideries I made. In the end, I loved the final result. It’s a way of making the embroideries that I’ve always wanted to make and keep them, just like a sketchbook. In the end this is working just like some type of archive that allows me to get ideas the next time I want to make something embroidered!

Alcagoita

sábado, 6 de abril de 2013

Oh to be a lucky girl



No fim de semana passado tive a feliz notícia que tinha ganho o sorteio que a Diane tinha realizado no seu blog num post que no mínimo, me meteu lágrimas nos olhos. Assim, quando recebi o e-mail a dizer que tinha ganho estas maravilhosas linhas de coser não pude deixar de sentir uma enorme alegria. A bolsa foi feita pela Diane e as linhas são uma espécie de sonho, nem me apetece usá-las e agora todos os dias tiro-as da bolsa e fico um bocadinho a olhar para elas, só a ver.

Obrigado Diane!

Last weekend I got the amazing news that I just had won the giveaway Diane had made in a post at her blog that at the very least put tears in my eyes. So now you can imagine how happy I was when I got the e-mail telling me I just had won these amazing sewing threads. The little bag was made by Diane (and it’s amazing!) and the threads are just a dream, I don’t even want to use them and now every day I just take them out of the bag and look at them.

Thank you Diane!




Alcagoita

quinta-feira, 4 de abril de 2013

WIP




Work – in –Progress

A terminar as últimas páginas do sketchbook dos bordados.
A pintar a caixa dos morangos.

Finishing the last pages of the embroidery sketchbook.
Painting the strawberries box.

Alcagoita

segunda-feira, 1 de abril de 2013

DIY: Fabric Tape



Já há algum tempo que andava com o bichinho de fazer fita em tecido, tipo washi tape, e o fim de semana prolongado da Páscoa foi a desculpa perfeita para me sentar uma manhã a fazer alguns projectos que tinha em mente com este tipo de fita cola. Fica aqui o tutorial, se bem que é tão fácil que será mais uma ideia que um tutorial.

Para fazer fita em tecido vão precisar de…

Fita cola de dupla face
Retalhos
Material de corte

From some time now I wanted to make fabric tape, like washi tape, and finally this Easter weekend I took one morning to do so and create some new projects. I hope you’ll like my tutorial; this is so so easy that I think this is more of an idea than a tutorial!

To make fabric tape you will need…

Double face tape
Small pieces of fabric
Cutting material



E pronto, agora vem a parte fácil! De um dos lados, cola-se o tecido do tamanho que se quer (ou se quiserem, podem ir juntando vários tecidos e fazer a própria fita aos retalhos), retira-se o excesso e é só colar!

And now comes the easy part! In one of the sides of the tape you glue the fabric in the size that you want (you can even make tape using several pieces of different fabric), then you cut the excess from the borders and that’s it!





Eu já usei a minha para colar os desenhos da minha prima no meu quarto e algumas ilustrações que gosto, e no final acabei por também fazer um postal em tecido que espero enviar em breve.

I have used mine already on my bedroom walls to glue some of my cousin’s drawings and some illustrations that I like, and in the end I also made a fabric postcard that I am hoping I’ll send soon.



As ideias são imensas; e não se fiquem por tecido; experimentem usar papel de origami, jornais, revistas, mapas… Espero que gostem da ideia!

The amount of ideas is huge; and don’t use just fabric, try to use origami paper, newspapers, magazines, maps… I do hope you like the idea!



Com isto tudo até me esqueci de perguntar; Como foi a vossa Páscoa? Espero que tenha corrido tudo bem (:

With all this I have forgotten to ask you about your Easter; was it good? Oh I do hope so! (:

Alcagoita