quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Joana Afonso - FIBDA



No primeiro fim-de-semana do festival internacional de banda desenhada da Amadora lá nos juntámos todos e fomos ver a exposição.

Apesar deste ano não ter gostado tanto da exposição como no ano passado (o tema do ano passado era a autobiografia, o que regra geral traduz o meu tipo de bd favorito, para além dos artistas convidados terem sido uns dos meus favoritos) houveram coisas muito positivas – a principal, foi ter lá estado a Joana Afonso que me autografou a minha cópia do primeiro comic da série “Living Will” realizado por ela e pelo André Oliveira da nova editora Ave Rara.

Agora eu não sou muito pessoa de pedir autógrafos, e quando falo com pessoas que admiro fico sempre engasgada (leia-se, prefiro nem sequer falar) mas a Joana Afonso foi muito simpática comigo e com a R., e fez-me este desenho no meu livro. Gostei sim senhor (:

Um dia faço um post sobre os meus livros de banda desenhada favoritos ;)

On the first weekend of the International Comic Books Festival of Amadora me and my friends got together and went to see the exhibition.

Although this year I didn’t enjoyed the exhibition as much as last year ( last year’s theme was autobiography which translate the theme of most of my favorite graphic novels and some of my favorite artists were the invited ones for the exhibition) there were some positive things – the main one was that Joana Afonso was there and she autographed my “Living Will” comic book which was made by her and André Oliveira and was published by the new publisher “Ave Rara”.

Now, I am not a person whom asks for autographs, and when I talk to people whom I admire I often can’t speak at all (so usually I try not to speak with them) but Joana Afonso was very kind with me and R., and made me this sketch on my book. I enjoyed it very much (:


One day I’ll make a post here about my favorite graphic novels ;)

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Hora de almoço / Lunch time




Fiz este individual para utilizar a hora de almoço, visto que trago quase sempre almoço de casa. Dá imenso jeito e é muito prático.


I made this to use during lunch time, since I often bring my lunch to work. It’s very handy and practical.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Happy mail




A Grace foi muito querida e depois de ter deixado um comentário no seu blog enviou-me esta birdhouse, pela qual estou simplesmente apaixonada. O seu projecto “dear stranger, tea for a day” aquece-me por dentro, mesmo num dia frio. A Grace trabalha com peças em cerâmica, e podem ver o trabalho dela aqui – good morning birds.

A Grace também me enviou umas infusões com sabor a menta, que simplesmente adoro. É um chá tão reconfortante de beber nestes dias chuvosos de Outono. Foi verdadeiramente um dia com correio feliz. Ah e lembram-se da base que fiz em crochet? Adivinhem para quem foi (:

Grace was kind enough to send me this bird house after I posted a comment on her blog. Her project “dear stranger, tea for a day” truly warms my heart even on a cold day. Grace works with ceramic pieces, and you can see her work here – goodmorning birds.


She also sent me some mint flavored tea, which I simply love. It is so comforting on these rainy Autumn days. It was truly a happy mail day. Oh and remember this crocheted cup base I made a while back? Guess to whom it went (: 

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

As luvas / The mittens




Para descansar da frustração da camisola tenho andado a trabalhar nas luvas ao mesmo tempo. Se ao princípio não me ajeitava com as 5 agulhas (nota-se pelos erros que se conseguem ver no início!), agora acho-as muito práticas e fáceis de trabalhar. E até este fio que é tão fininho se tornou fácil de trabalhar, e gosto imenso do resultado final. Espero tê-las terminadas em breve. E vocês, gostam de trabalhar com 5 agulhas?


To rest from the frustration of the blouse I am making I have been working on these mittens at the same time. If in the beginning I couldn’t manage the 5 needles (which is very perceptible if you take a closer look to the mistakes I made), now I think they are very practical and easy to work with. And even this thread that was so thin became very easy to use, I am liking very much the result I am having. I hope to finish them soon. And how about you, do you like to work with 5 needles?

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

As mangas / The sleeves





As mangas estão a ser o meu maior problema. Já fiz, desmanchei, fiz outra vez, desmanchei, fiz… nem me apetece pensar muito nisto. Tudo porque sou casmurra. Alguém tem boas dicas para fazer mangas em tricot?


The sleeves are becoming my biggest problem. I made them, I undid them, I made them again, I undid them again… I don’t really want to think about it. All because I am pigheaded. Do any of you have good tips on how to make knitted sleeves?

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

DIY: a notebook from fabric



O que eu mais gosto deste notebook é que pode ser feito não só com tecido, mas com vários tipos de materiais, é fácil e não necessita assim de nada que não seja comum em qualquer casa. Neste caso utilizei tecido, porque achei que ficava melhor mas quem sabe utilizar outros materiais como lãs, papel de jornal, etc.

What I love the most about this notebook is that it can be made not only with fabric but with other materials, it’s easy and it doesn’t need anything that is uncommon in any home. In this case I’ve used fabric because it was what fitted the better the purpose but you can use wool, scraps of newspaper, etc.

----


Para fazer este notebook é preciso…
Notebook para forrar
Tesoura
Tecido
Fita cola de duas faces colantes

To make this notebook you’ll need…
A notebook to cover
Scissor
Fabric
Glue tape with both gluing faces (I really don’t know the name in English!)

O esquema é muito parecido com o que utilizei para forrar estes postais. No fundo basta colar o tecido que desejamos num dos lados, e depois colocar no notebook. Os únicos cuidados a ter é ter a fita suficientemente grande para que depois seja possível cortar pelo interior do caderno, e o mesmo nas dobras laterais – deixar um bocadinho de fita para que cubra um pouco o interior do caderno e assim não se descole.

The scheme is very similar to the one I’ve used to cover these postcards. In the end you only need to blue de fabric in one of the sides of the tape and then use the other to glue it to the notebook. The only attention you need to have is to have a sufficient large tape so you can cut it and cover maybe 0.5 cm inside de notebook – and the same for the side borders.




Se decidirem experimentar depois digam-me como ficou!


If you decide to try it, please let me know how it turned out !

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Bienal de Cerveira 2013




No outro dia cheguei à conclusão que ainda aqui não tinha colocado nada sobre a bienal de Cerveira de 2013. Como sempre acontece, este ano enquanto lá estava no mês de Agosto visitei alguns dos pólos da exposição. Da exposição principal fiquei fascinada com este quadro inteiramente bordado, como se fosse as páginas de um sketchbook e esta instalação feita com moldes de costura. Quase que dá vontade de trazer para casa.


The other day I came to the conclusion that I have not shown here anything about the bi-annual art festival of Cerveira 2013. Like every year, while we were there in August we visited some of the art galleries. From the main gallery, I was amazed with this embroidered painting, like it was a page of a sketchbook and this installation made with sewing patterns. I almost wanted to bring it home.

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Knitting mittens



Conhecia as raparigas nas aulas de ioga, e aos poucos começámos a falar – de lãs, do tricot, do que fazemos, do que queremos fazer – e na semana passada juntei-me a elas para aprender com a E. a fazer luvas em tricot. 

Quando me falaram em 5 agulhas, eu nem queria acreditar. O QUÊ? Isso é para quem sabe, não é para mim!!

A verdade é que me diverti imenso – A E. foi MUITO paciente e explicou tudo de uma forma simples e muito perceptível. As raparigas são mesmo divertidas, e este foi sem dúvida um dos pontos altos da semana.
Para mim, estas coisas do crochet, do tricot, etc são coisas de partilhar, e há poucas coisas melhores que partilhar estes momentos com pessoas assim (:

Podem visitar o etsy da E. aqui, prometo que vão gostar!

I met the girls in our yoga class, and little by little we’ve started talking – about yarn, knitting, what we’ve made, what we want to make – and last week I joined them to learn with E. how to make knitted mittens. 

Now when they talked me about 5 knitting needles I couldn’t believe it. WHAT? That is for experts, not for me!!

The truth is I had so much fun – E. was VERY patient and explained everything in a simple and easy way. The girls are really fun and this was definitely one of the high points of my week.
For me, these things like crochet, knitting, etc, are things to share and there are very few things better than sharing moments like this with such amazing girls (:


You can visit E.’s etsy here, I promise you’ll love it!



quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Philippa Rice

Há uns meses atrás descobri as ilustrações da Philippa Rice e fiquei apaixonada.

A couple of months ago I found the illustrations of Philippa Rice and immediately feel in love.



Spots


Eu e o M. comprámos uma cópia da mini-bd “Soppy” há uns meses, as ilustrações são excelentes (acho que na realidade ficámos contentes por ver outras pessoas a fazerem exactamente as mesmas maluquices que nós – é bom saber que não somos os únicos loucos com estas pancadas). A Philippa foi uma querida e ainda enviou um Postal com uma das suas personagens, o Colin.

Me and M. bought a copy of the mini-comic “Soppy” a couple of months back, the illustrations are excellent (actually I think we were just glad to find someone with the same type of crazy has ours!). Philippa was a sweetie and sent us along with the comic a postcard with her character, Colin.




Uma das minhas coisas favoritas são as suas animações com estes bonecos em crochet.

One of my favorite things are her animations with these crochet friends.




A Philippa tem uma loja, e podem encontrar os seus trabalhos aquiaqui e aqui

Philippa has an amazing store, and you can find her work here, here and here

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Super Mario’s Piranha flower



Desde que vi esta ideia no Pinterest que soube que a tinha que fazer. Eu e o Miguel somos viciados desde crianças no Super Mario, e no nosso jardim de casa não podia faltar uma piranha flower (:


Ever since I saw this idea on Pinterest I knew I had to do it. Me and Miguel are huge fans of Super Mario ever since we were little kids and in our home garden there had to be a piranha flower (:

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Aprender/Learning




Se há uma coisa de que me sinto orgulhosa é de ter sido criada e crescido no meio de gente tão prendada. Crescer aqui era um processo constante cheio de “faz tu mesma” e “eu ensino-te e tu depois fazes”. Uma das pessoas que me inspiraram e me continuam a inspirar é a tia Teresa do tio Manuel, que era irmão da minha avó. A minha tia sabe fazer t-u-d-o, e cada vez que a vemos já ela fez qualquer coisa nova, que nos deixou a todos de boca aberta. Como ela sabe que ando a treinar o tricot, da última vez que a vi trouxe-me um saquinho com estes sapatinhos em tricot e uma amostra de rosinhas de Portugal, um ponto que ando mortinha por fazer. Os sapatinhos são facílimos, e quero ver se faço uns para o inverno.

Na altura, fiquei um bocado tocada com isto tudo. Desde miúda que me fascinava ver as senhoras a trocarem amostras de crochet e tricot, com pontos que viam ou inventavam. E isto para mim é fascinante, esta ideia de partilha e de evolução, sem deixar que as coisas desapareçam. Adoro aprender técnicas novas, coisas que não sabia e que não se aprendem só nos livros, que se baseiam na passagem de conhecimento prático e que com elas levam anos e anos de aprendizagem e aperfeiçoamento. Por isso, fiquei contente. E ficou prometido mais uma visita para breve, tanto para eu lhe mostrar umas coisas que aprendi sozinha como para ela me mostrar coisas que ainda não compreendo como é que se fazem.

If there is one thing that I am most proud o fis growing here between such gifted people. Growing up was a constant learning process full of “do it yourself” and “here, I’ll teach you and you can do it for yourself”. On of the people whom inspired me the most (and continues to inspire) is my great-aunt Teresa, whom was married to one of my gran’s brothers, my uncle Manuel. My aunt knows how to do e-v-e-r-y-t-h-i-n-g and every time we have the chance to catch up with her she always amazes us with some amazing handmade things. Since she knows I’m learning how to knit, the last time I saw her she gave me these amazing samples, this knitted shoe and this knitting stitch which is one of my favorites. The shoes are quite easy to make and I’ll try to make some for the winter.


At the time I was very touched by all of this. Ever since I was a little girl I was always amazed when ladies exchanged crochet and knitting samples, with stitches they have seen or invented. And for me this is quite fascinating, this idea of sharing and evolution, without letting things disappear. I love to learn new techniques, things I do not know how to make and that one cannot learn from simply reading a book; things based on the practical knowledge of others and carry years of learning and improvement. So for this, I am happy. And we’ve promised a visit very soon, to exchange ideas and show the new things we have been doing.

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Bamboo knitting needles


A tiger é uma das minhas lojas favoritas e da última vez que lá fui fiquei apaixonada pelas agulhas de tricot que tinham em bamboo. Tive que me conter e comprei só números que não tinha, mas a verdade é que me apetecia trazer todas! Adivinhem o que é que eu vou usar para fazer as golas deste ano?


Tiger is one of my favorite shops and last time I went there I fell in love with the bamboo knitting needles they had there. I had to hold myself not to buy all of them, although I really wanted to! Guess what I’ll be using to make this year’s cowls?